Como criar seu Super Herói nacional

capa_guardiao

Lembro de quando era só um moleque juvenil, desde de sempre um leitor de gibi, quando criança aprendi a ler com benditos formatinhos, logo, como pré-adolescente que sabe tudo do mundo mais do que o mundo todo, eu achava que quadrinho bom era de herói, mesmo sendo um pivete, eu depois das aulas as vezes ia para o centro da cidade ficar enchendo o saco do meu pai no escritório, pegava um grana e zanzava pelo centro, um dia voltando do Mappin com um boneco do Morcego-Homem do Batmans’ animated series do Bruce Tim resolvi passar numa loja de rpg que ficava numa travesa da 7 de Abril, não lembro nem o nome da loja agora, já fechou, não importa também, só tem uma coisa que eu lembro, na prateleira de revistas eu vi tres coisas que me marcaram, tres fanzines, e era a primeira vez que os via, papel offset dobrados e grampeados de forma artesanal, e eu que gostava de desenhar e queria de alguma forma ter uma revistinha com meus desenhos achei aquilo uma opção, eu também podia fazer, e ia usar a maquina de xerox do escritório, nem ia gastar, empolgado eu peguei a primeira, era o tradicional fanzine do fã clube do Arquivo X, algumas fotos da dupla de agentes, muito texto, caguei, já os outros dois eram de heróis, peguei um: os desenhos eram de heróis com colante e capas, parecia que tinham sido desenhados nos anos 50, na capa uma equipe com os heróis pulando em direção ao leitor, cada um pra um lado, o genérico do Superman no meio, duas heroínas com peitos maiores que a cabeça, abri e dentro a equipe estava socando um time de vilões genéricos, peguei a outra e sem mais delongas, era uma revista da VELTA, _”puta que pariu”_ eu pensei _”que bosta sem noção é isso”_conclui desgraçado da minha cabeça quando li a descrição! Mijo ácido? Alienígena com a bunda gigante e os peitinhos murchos? Não,não,não,e não, era demais pra mim…comprei!

velta_inedita1cor2rd
Velta e seus peitinhos de Suspiro

Enfim, o foco não é a Velta e nem o fato dela ter dado o rabo pro seu autor, o grande Emir Ribeiro, nem vou citar também que a vilã dela era um travecão, e muito menos citar as polemicas sobre o fato de Brian Boland ter copiado o grande mestre Emir!

3229522502_ec3d1d0837_o1
Brian Bolland plagiando antecipadamente o mestre Emir Ribeiro!

Afinal de contas, todos os personagens da Marvel/DC são plágios de heróis nacionais, segundo os autores nacionais! (rá!) duvida? Então veja só essa safadeza internacional, até o Ben 10 plagiou nossas criações.

raio-negro-heroi-marvel
Raio negro, caso inédito de um herói nosso que gerou dois gringos, o Lanterna Verde e o Ciclope, esses dois serem mais antigos é só um detalhe

A questão é que em pleno 1996, no auge da Image ditando a moda, com a industria toda “masseveizando” os heróis, os nacionais ainda estavam na era de ouro com seus colantes de circo, não vamos nem discutir a ótima qualidade dos desenhos elegantemente retrôs, Rob Liefeld com certeza foi mais um crápula que roubou os brazucas, no caso roubou o estilo peculiar de desenhar! E os roteiros? os roteiros são aquela maravilha, oras, se o traço é datado o roteiro também tem que ser, geralmente nossos heróis lutam contra alienígenas malvados e pra isso eles utilizam poderes dados por alienígenas bonzinhos, lembro de uma publicação da editora Escala que resolveu publicar novos talentos, e numa mesma revista tinha duas historias onde uma mulher é perseguida por bandidos, vai parar num beco quando é salva pelo herói, simples assim, ele aparece , desce a porrada e sai fora, claro que ele espera os caras rasgarem a roupa da coitada, porque uma tetinha e uma bunda tem que aparecer sempre! Esse foi o plot principal de varias obras nacionais, variando com brigas com traficantes e tretas ultranacionalistas contra inimigos da patria!

alan-yango-allsilva-maximus
Até o Kirby plagiou, mas o Senhor Milagre usa mascara, que feio Jack Kirby tsc tsc

Então, vamos parar de enrolação e vamos ao objetivo desse post!

Os 5 passos para criar um super herói nacional!

trovao-dourado
Shazam carai!

1°- O importante é ser original, crie superhomens mas mude a cor do uniforme (de preferencia verde e a amarelo), ponha uma mascara e pronto! Você pode fazer sua versão do Batman também, seu herói mais urbano, que fica de cócoras sentindo a VENTANIA nos cabelos soltos sob os batentes dos prédios ou gárgulas (gárgulas nos prédios do Brasil? claro, e porque não?), se o caso for heroína, deixe ela bem virtuosa, virgem, pura e séria, então ela vai transar com todo cara que aparecer ao longo da aventura, vilões, policiais, parceiros, todo mundo, mas só anal e oral, porque ela é virgem lembra? E é importante que a cada duas cenas ela apareça nua, de quatro ou em pose erótica, isso é muito importante mesmo! só pra frizar!

lagartonegroartelucasi02001
Lagarto Negro, o amigão da vizinhança!

2- O nome – o nome deve ser Capitão-qualquer-coisa, algum animal Brasileiro vai mostrar que você é patriota, assim como algum nome indigena também vai te dar essa moral, você pode simplesmente usar alguma palavra que tenha impacto, por exemplo: O machado, Facão, varie com duas palavras, Machado Amarelo, Facão Negro, duas boas opções,lembra dos animais Brasileiros? então: Tatu de aço, Muriqui vermelho, e por ai vai, se o caso for heroína, use só o nome daquela menina gostosa da rua, Michele, Camila, nomes exóticos são melhores, como Nilda, Telba!caso seu herói seja religioso opte por termos católicos pois somos um pais católico certo!? O consolador, O Crisma, O Abside, O Frontão, use a letra “O” antes, vai dar um ar solene para seu herói católico!

homem_de_preto
Faltou criatividade para batizar ou desenhar o uniforme? não tem problema, um homem vestido de preto pode se chamar ” homem de preto”! E depois servir de inspiração para a DC criar o Capuz Vermelho, que vergonha DC, que vergonha

3- Uniformes – cuidado e saiba que o que você criar os gringos vão copiar, mesmo que eles criem anos antes, não se engane, é uma copia da sua criação, colantes, capas enormes, mascaras que só cobrem a orelha e a testa para os homens, cabelos a mercê do vento vai dar um ar anos noventa legal, uniformes que cobrem a cabeça toda os olhos devem ser enormes e brancos porque isso quase ninguém usou ainda nos últimos 60 anos, lembra do patriotismo? seja patriota então, e muito, uniformes verde e amarelo, bandeiras do Brasil no peito são bem vindas e seu herói vai ficar quase invisível no escuro, você pode também adaptar a profissão do seu herói incrementando o uniforme de trabalho para se tornar o uniforme heroico, bombeiros e policiais são as melhores opções, um bombeiro com mascara vai fazer os bandidos morrerem só de pavor, se o caso for heroína, biquínis, tangas, shortinho e top, enfim, pouca roupa, ou nenhuma! Se você quiser usar uma letra no peito do seu herói, não precisa ser a inicial do nome dele, use a imaginação!

Crânio
O cranio tem um “I” no peito, som na caixa!

4- A origem – como no Brasil não tem pesquisa atômica seu herói então na certa recebeu o poder de algum alienígena, ou então nasceu assim, ou é resultado de experiências do governo, ou militares,  na ficção nossos militares não são só os caras que levam vacina pra tribo no pará, seja patriota (de novo) e diga que a natureza escolheu o seu herói para ser seu guardião, e é claro, pra isso a fauna e flora concedeu poderes para o já citado!

NOVÍISIMO BLENQ
A origem do Blenq é que ele queria ser um arauto do Galactus mas a vaga ja estava preenchida!

5- O arqui-inimigo – porque não existe herói se não existir ameaça, então se seu herói veste verde e amarelo, se é patriota, o vilões podem ser alienígenas, lobisomens, o próprio diabo, guerrilheiros, comunistas, traficantes, drogados de porta de escola, punks com moicanos, mas se seu herói não usa verde e amarelo, se usa preto, então os vilões são os policiais militares e políticos corruptos!

Agora, mãos a obra e criem seus heróis nacionais!

Velta13-pagina01
“Pintada”, sei

( ͡° ͜ʖ ͡°)

Capitão Macumba, o herói nacional que o único ponto fraco é pedrada de evangélico!

 

1455753799874
A velta da terra 1!

 

 

7 comentários Adicione o seu

  1. KKKKKK muito bom o Texto cara excelente, íamos lançar nossa HQ mas vi que ainda não preencho os Requisitos vamos rever tudo… E esperar pelos Plágios Sucesso!

    Curtir

  2. Luciano de Souza disse:

    O que acho incrível nos “profissionais” que lançam “heróis nacionais” é que eles fazem o que eu já fazia aos 10 anos antes de tomar vergonha na cara e perceber que aquilo tudo era uma merda, rsrs.

    Curtir

  3. Gian Lucas disse:

    Ótimo artigo, hahhahah. Mas nas idéias que tenho pro meu personagem(que acho que não vai ser um heroí) é que ele use um animal como símbolo, e enfrente qualquer tipo de criminoso. Talvez você esteja certo….

    Curtir

  4. Tony Brandão disse:

    Belo texto. Só faltou ter criado algo pra dá exemplo do que funciona.

    Pra quem quiser conhecer, hq que lançamos na comic con.

    https://www.facebook.com/Perseu-Aline-544910245618061/

    Curtir

  5. El Django disse:

    Caras, sério. Dêem uma olhada nesses dois super-heróis nacionais: Judas e RipColt. Esses me interessaram de verdade. Não são plágios mal feitos ou histórias rasas. Parecem ser muito bons mesmo. Isso fora a arte do cara. Pelos poucos desenhos que vi no blog do cara, ele parece ser muito bom. Sério mesmo. Dêem uma olhada nos links:

    http://lendiaurbana.blogspot.com.br/2016/06/novo-super-heroi-ripcolt-boa-tarde.html
    http://lendiaurbana.blogspot.com.br/2016/06/novo-super-heroi-judas.html

    Curtir

  6. alessandro disse:

    Rapaz… muito bom esse texto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s