Frank Cho e Milo Manara CONTRA a Hipocrisia e a Ditadura Feminista Nos Quadrinhos

Até mesmo o  bazingueiro mais seboso e fedido, que começou a ler gibi semana passada deve ter algum conhecimento de que Frank Cho é um desenhista  muito talentoso e polêmico. E isso, não  porque ele é um artista ruim ou que os fanboys odeiem seu trabalho, muito antes pelo contrário. É porque os guerreiros da justiça social (SJW, também conhecidos como “idiotas da internet”) se ofendem com seus pontos de vista irreverentes contra  a praga do Politicamente Correto e sua  oposição veemente à censura política, sobretudo nas artes. Já falamos disso algumas vezes por aqui, de como o Mito Cho chamou a atenção de forma negativa desses idiotas e desocupados,  e vem sendo constantemente alvo de linchamentos virtuais, pelo simples fato de ele fazer o seu trabalho como foi devidamente consagrado: desenhando mulher gostosa.

Cho esteve no LUCCA, um festival italiano de quadrinhos e jogos de artes para falar sobre o assunto (desnhar mulher gostosa, hahaha) em uma palestra junto com o lendário Milo Manara, em que o velho camorra presenteou o chinês tarado com uma nova ilustração que mostrava o ponto de vista inverso da tal capa censurada da Mulher-Aranha e que Frank Cho parodiou a exaustão, gerando um rage desproporcional por parte das feminazis e justiceiros em geral, que condenaram o velho por acharem sua versão da personagem muito sexualizada. Nem precisa dizer que o presentinho de Manara acabou provocando uma nova onda de histeria, julgamentos e condenações, o que gerou, inclusive uma brincadeirinha por parte da quadrinista e  feminista militante Sinead O´Connor  Ana Koehler, retratando os dois astros dos quadrinhos na mesma posição da personagem ficticia que teve sua moral ultrajada. Uma brincadeira ridícula carregada de hipocrisia, que fique bem claro, afinal, se vale mais uma vez da premissa falida da “reação do oprimido”, em que qualquer ataque baixo e rasteiro se torna válido na opinião dessas pessoas por se tratar de uma resposta a altura de quem se sente inferiorizada contra seu “algoz dominador”, ou seja, puro revanchismo barato, simplesmente. Nem preciso dizer que a atitude foi amplamente aplaudida por toda a mixórdia de feminazis, gayzistas, blackhitlers, feministos e escravocetas (pleonasmo) e demais cânceres, cancros e pústulas humanas.

 Mas, quanto mais essa gente se esforça em impor sua opinião acima das demais, mais fazem papel de ridículos. Em comparação, seria como se a mosca da merda do cavalo tivesse arrumando briga com o bandido, com o perdão do chiste. Tipo assim, quem são esses merdas?  O italiano Milo Manara trabalha com quadrinhos desde 1969 (ou seja, muito antes de até os PAIS da maioria desses bostinhas mimados e chorões terem nascido) e é mundialmente conhecido por ser um mestre do quadrinho erótico, de modo que o mimimi contra ele foi totalmente desnecessário e sem nenhum sentido, uma vez que ele fez nada mais, nada menos do que o mesmo trabalho de sempre, o qual se deve a sua notória reputação e renome.

Após a condenação generalizada de Manara, o Mito Frank Cho lançou uma série de desenhos satíricos de várias personagens de quadrinhos descritos na mesma pose  da Mulher Aranha de Manara  – entre elas Harley Quinn, Spider-Gwen (que lhe rendeu uma boa treta com o idiota do Robbi Rodriguez, criador da mesma),  Poderosa e Mulher Maravilha, a embaixadora do empoderamento feminino rejeitada pelas próprias feministas – elas queriam que fosse a Preciosa, rs. Ele fez isso não só para zombar dos internautas indignados, mas como um protesto sincero em favor da liberdade criativa. Previsivelmente, os escrotos dos justiceiros sociais facilmente indignados partiram pra baixaria, acusando-o de ser misógino e sexista por não partilhar de suas opiniões de merda. Claro que Cho não está sozinho em sua visão de que a liberdade de expressão e criativa deva ser respeitada e garantida acima de tudo, em vez de sufocada pelo politicamente correto, como esses ditadorerzinhos vagabundos gostariam que fosse. E artistas como J. Scott Campbell (Gen 13, Danger Girl) e o MESTRE Rob Liefeld (dispensa apresentações) estavam entre os primeiros a defendê-lo.

“Como um liberal democrata e defensor da liberdade de expressão e direitos iguais para todos, ao longo da vida,  me fascina  ver quando ultraliberais se tornam ultraconservadores que  vêem injustiças em toda parte e deixam de ver a razão, e assim, começam a oprimir as pessoas das quais eles discordam. Graças às mídias sociais, entramos em uma era perigosa do julgamento das bruxas de Salem, onde ninguém está a salvo. Tudo está sendo atacado em todos os lugares nesta atmosfera de hipersensibilidade: Grease (sexualiza adolescentes), Papa-Léguas (violência contra os animais), Game of Thrones… (Promove estupro e injustiças contra as mulheres.) A lista continua. “ Frank ‘Mito’ Cho .

Mais recentemente, Cho foi chutado da revista atual da  Mulher-Maravilha, em que tinha um contrato de 1 ano para desenhar 24 capas variantes. O escritor do título, o esquerdomacho Greg Rucka, abusando de seu poder dentro do editorial e de seu já conhecido mau caratismo, usou de todos os esforços para forçar Cho cair fora do projeto após considerar sua obra “vulgar” e censurá-la. O artista afirma que Rucka fez questão em brigar pela censura do seu trabalho desde o primeiro dia, e que ele só queria que não enchessem o seu saco e o deixassem e trabalhar em paz. Em resposta à hostilidade sufocante de sua liberdade criativa, Cho caiu fora do título na sexta edição. Pouco tempo depois, Rucka  “declarou” que a Mulher Maravilha sempre foi “queer” (seja lá que caralhos essa merda quer dizer) mesmo entrando em contradição e conflito com inúmeras histórias do passado  – inclusive, do próprio Rucka – que provam o total oposto do  que o merdão disse, negando mais de 75 anos da trajetória pregressa da personagem. Enfim, Rucka goza de um certo prestígio dentro da DC e  continua  fazendo merda a promover a causa da justiça social através dos quadrinhos que escreve.

Mas, os casos de “reação do oprimido” não partiram apenas de attwhores do Brasil… a putada SJW gringa em massa entrou em consenso  ao defender os ataques pessoais que Cho e Manara sofreram como uma necessidade de assumirem a responsabilidade por suas ações. Daí, pergunto: quais ações seus filhos dumas putas? Toda essa indignação por causa de uma porra de uma capa variante?? “Embora esses homens possam ser artistas talentosos, nenhum deles está qualificado para posar de   ‘mestres’ em desenhar  mulheres , porque para desenhar algo, você tem que entender. Nenhum desses homens se preocuparam em saber ou se importar com o que as mulheres querem ver (ou ser) nas histórias em quadrinhos. Eles preferem reclamar sobre a evolução ou o “Police PC ‘em vez de reconhecer que eles não entendem as mulheres,  como eles achavam que entendiam”.escreveu o lixo feminista Beth Elderkin para o site Inverse. Pra quem não entendeu o que essa vaca disse: Ela está se colocando como uma “autoridade superior” que representa todas as mulheres do mundo ao declarar arbitrariamente que  homens não devem ser autorizados a ilustrar mulheres, a menos que eles se identifiquem com a ideologia doentia do feminismo doentio que ela defende. Isso é um absurdo. Mais irracional ainda é que exista uma cambada de idiotas que dão ouvidos e levam em consideração  esse tipo de demência.

Vagabundo(a) se faz de burro, mas, é tão simples: personagens homens e mulheres adultos são seres aptos à serem retratados de forma sexualizados e não tem problema de ordem moral algum nisso. E como tal, alguns artistas – como Frank Cho e Milo Manara – optam por descrevê-los dessa forma. E eles devem ter a total liberdade de fazê-los assim. Aliás, QUALQUER UM deve ter a liberdade de fazer a porra que quiser, desde que não prejudique ninguém diretamente.  Produzir esse tipo de trabalho não faz esses artistas inerentemente ofensivos, maniacos, tarados ou estupradores em potencial, como muita retardada quer fazer colar esse discurso podre e ninguém tem o direito de dizer como que eles devem desenhar personagens femininas. Isso é mais do que simples censura, mas, uma verdadeira castração criativa. Não tem jeito certo e nem errado de se desenhar seja lá o que for, cada um o faz no seu estilo, da forma que achar melhor. E independentemente se você gosta deles ou não, Milo Manara e Frank Cho construíram suas carreiras de quadrinistas fazendo mulheres sensuais. E isso não é ser misógino, machista, opressor, é só a escolha que eles fizeram pra retratar essas figuras. Mas, nego(a) tá com o cérebro tão atrofiado com essas merdas de ‘feminismo’, ‘ideologia de gênero’ e ‘patriarcado’, que não consegue parar pra ter um mínimo de pensamento racional que seja.

Se tem uma coisa que me deixa puto de raiva é gente puritana. Falso moralismo, seja por parte da esquerda ou da direita, é nojento do mesmo jeito. Caralho, 2 anos essa mesma história… Já encheu o saco até de comentar essa mesma merda por aqui. Povo já tá perdendo a linha com essas reações ridículas a uma caralha de uma PIADA, afinal, não passa disso essa trollada toda do Cho e que nunca teve intuito de  provocar um gênero inteiro, muito menos de insultar e ofender todas as mulheres do mundo, como alguns doentes estão bostejando por ai.

A ferocidade e o empenho que essa putada usa pra atacar esses dois desenhistas não servem pra ajudar em absolutamente  PORRA NENHUMA sua causa e muito menos serve pra provar algum ponto de racional nas idéias que esses movimentos de desocpadxs militam. No fim, a única coisa que essa corja consegue com isso, é  é dar as mãos pra aqueles que elas tanto desprezam, que são os tais machistas, racistas e fascistas da internet. Com certeza essas pessoas devam ter em suas vidinhas medíocres algo mais importante pra se preocupar, pois, só tendo uma puta vida fodida de merda pra  se desesperar com besteiras desse tipo, pelo simples prazer de entrar numa briga em que não vai ter nada pra ganhar. Pois, até onde sei, NÃO EXISTE UMA GUERRA ENTRE HOMENS E MULHERES. Isso é coisa que só tem na cabeça de merda de vocês, feminazis escrotas, que só se sentem realizadas quando estão perseguindo e atacando alguém.

Sério, na boa, pega essa energia e dirija-na à algo mais útil do que essa raiva patológica contra coisas fúteis como uma mera capa alternativa de um gibi de segunda linha. É só um desenho, cacete! Não matou, nem fodeu com a vida de ninguém. Pode ter certeza de que nenhuma mulher no mundo foi estuprada por causa dessa arte. Nem Cho, nem Manara fizeram nada pra gerar toda essa revolta. Literalmente, não aconteceu nada por causa desses desenhos “ofensivos”. E quem pensa ao contrário, está simplesmente cagando pela boca (e pelos dedos) e sendo hipócrita ao inventar um monte de espantalhos pra malhar.

Em suma: ESTÃO FALANDO MUITA MERDA. Seja qual for a causa “nobre” que você diz defender, com essas atitudes de filha da puta, você está fazendo um trabalho muito podre de representá-la, na verdade, isso só serve pra queimar mais ainda o filme de algo que já não tem lá muita defesa racional e coerente. Com seu ódio, veneno e hipocrisia você, SJW imundo, só está fazendo um desserviço às pessoas aqui que só querem ler um bom gibi com uma história legal dos personagens que curtem e fazendo desse mundo uma bosta maior e mais indigesta do que ele já é. Em síntese: PARA DE ENCHER O SACO E VAI PROCURAR O QUE FAZER, SEU ANIMAL FILHO DE UMA PUTA!

femisita
já que agora é festa, vou aderir à modinha também, hahaha

 

E vai se foder.

 

10 comentários Adicione o seu

  1. Imagine se o Manara ou o Cho resolvessem partir pro pessoal também e desenhassem a jabiraca da Ana Koehler da mesma forma que ela fez eles. Iam instituir uma fatwa pros caras.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Imperador disse:

      Aquele lixo não merece uma homenagem deles
      O desenho que fiz em 15 minutos e que tá aí no final do post já tá de bom tamanho.

      Curtir

  2. André Jorge disse:

    Ao defender o Cho e o Manara fui expulso de um grupo de Quadrinhos no Facebook e ainda tive uma justiceirinha social me torrando a paciência . Cambada de malas.

    Curtir

    1. Imperador disse:

      Hahahaha, eu já fui expulso de vários. De qual vc foi chutado?

      Curtir

      1. André Jorge disse:

        Cabrito Nerd.

        Curtir

      2. Imperador disse:

        Não achei esse grupo. Só a página no Facebook

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s