Trump X Hillary: De Que Lado Você Está?(Como Se Isso Importasse…)

Ao exato momento em que isto aqui tiver indo ao ar (caso eu tenha programado essa bagaça certinho, hahaha), estarão iniciando as votações para definir entre Donald Trump e Hillary Clinton quem será o próximo presidente dos  Estados Unidos. Os votos vão acontecer o dia todo e a previsão é de que em  24 horas depois já tenha saído o resultado e o mundo vai conhecer o 45º presidente americano. Essa foi uma eleição marcada por várias e diversas baixarias, o que rendeu muito assunto durante todo o período que ela rolou, inclusive, sendo tema de algumas postagens aqui no Contra, o blog mais maldito da internet. Acompanhei as notícias dessa disputa com bastante interesse, e mesmo sabendo que diretamente isso não nos afeta em nada (a mim, muito menos, já que não tenho planos de viajar pra Miami tão cedo), é sempre importante estar atento ao que acontece fora da nossa bolha, ainda mais quando se trata de um país tão importante e influente tanto na economia mundial, quanto na cultura, nos costumes e na arte. Por isso,  deixo aqui pra você, politizado Contronauta, 4 vídeos reveladores sobre as Eleições Presidenciais dos EUA, que se realizam hoje, terça feira 8 de Novembro:

1. Julian Assange – Donald Trump seria impedido de ganhar a presidência:  no qual o patrono do Contra, Assange, mito maior da liberdade de expressão denuncia a corrupção da Superclasse Mundialista que, nas suas próprias palavras “jamais permitiria que Trump fosse eleito”. Mr. Assange explica que os bancos, as agências de espionagem, os lobistas do armamento, a imprensa, etc…  todos estão  unidos a favor de Hilary Clinton. Mas, o herói Assange vai mais longe em suas revelações ao dizer: “Um dos famigerados emails revela que o Estado Islâmico (ISIS) é financiado pela Arábia Saudita e pelo Qatar.” Ooooooooooooooohhhh!! Ao que o entrevistador contrapõe: “Ou seja, o ISIS recebeu dinheiro das mesmas pessoas que financiaram a Fundação Clinton?”. O Sr. Assange responde apenas com um lacônico, mas contundente “Sim.” 
2. Revelações do Wikileaks: Mais um adendo ao primeiro vídeo, este, com legendas em português. O Sr. Assange explica em detalhes como um email que Hillary enviou a John Podesta, o chefe da sua campanha eleitoral, em 2014, comprova as ligações entre a Arábia Saudita, o Qatar (ou Catar, tanto faz), o Estado Islâmico (ISIS) e a Fundação Clinton da  bruxa Hilária e do seu marido taradão.
3. Michael Moore é um saco de merda! Paul Joseph Watson, repórter da Infowars denuncia a hipocrisia repugnante do gordo esquerdalhista que ganhou fama ao criticar todo o sistema da alta finança, do globalismo e da corrupção… mas, que agora apoia a dona Hillary Clinton, que representa exatamente tudo aquilo que o rolha de poço Moore dizia combater. Mais, o gorducho hipócrita chega mesmo a dizer que  Hillary (que, é sempre bom lembrar, ajudou a encobrir um caso de pedofilia e a inocentar o estuprador) “é uma pessoa decente, que fez mudanças incríveis que a Esquerda deve abraçar… e todos devíamos sair à rua e lutar por ela!” Nojento, né ? Pois isso é apenas a ponta do iceberg de merda, caro Contronauta.
Como já disse, não temos nada a ver com o processo eleitoral deles, na verdade, nem mesmo aqui me disponho a “fazer a minha parte”, visto que abstenho há mais de 12 anos. Mas, se dependesse de mim  – sem rodeios – escolher o vencedor, seria o Trump, por ter mais em comum com o que acredito do que a vaca da Hillary – ou mesmo, o midiático Obama. Como daqui, não se tem porra nenhuma a fazer, só fico na torcida. Go, Trumpaço!
(*)Os vídeos sem legenda em português podem ser acionadas as legendas em inglês, indo nas configurações do youtube no próprio link de cada vídeo. Tem a opção de tradução simultânea também, se isso ajudar.

4 comentários Adicione o seu

  1. Ambos os candidatos são uma merda. Uma é uma degenerada que parece mais uma Dilma 2.0, apoia o ISIS e esconde casos e estupro; enquanto e o outro é um imbecil que é famosinho na TV, não possui nenhuma experiência na política e quase faliu sua própria empresa duas vezes. Eu realmente tenho pena do futuro dos EUA, mais por que seu futuro afeta o do resto do mundo inteiro, direta e indiretamente.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Imperador disse:

      Com certeza, Talita. Nessa eleição em especial nenhum dos dois é flor que se cheire. As coisas lá estão no mesmo nível das nossas eleições municipais, onde vc tinha que escolher se era enrabado com vidro ou areia. E, sim, fatalmente o resultado das eleições de hoje irão nos afetar de várias maneiras, uma hora vamos sentir o impacto disso. No entanto, como eu disse, além de acompanhar e torcer pra aquele que mais simpatizamos – ou temos menos ojeriza – não há mais nada a se fazer no nosso caso. Acredito que o Trump seja uma opção melhor no momento por defender algumas ideias que sou favorável e também, por ser uma “cara nova” na política, por mais que seja um bostalhão, ao menos, é alguém que não é do meio, não tem uma imagem tão comprometida quanto a pérfida Hillary, que, com certeza, fará um governo bem pior que o do Obama, caso ganhe. E no quesito canalhice, acho que ela ganha do ex-boss do Aprendiz, como bem vimos nos vídeos que postamos aqui e em publicações anteriores.

      Curtir

      1. Concordo, sempre fui mais simpática pro lado do Trump, mais por causa dos ideias do partido do que por sua pessoa. Porém eu acho o cúmulo do absurdo uma pessoa que não possui experiência qualquer com política concorrer à presidência. As chances de isso dar merda em algum momento são grandes, a não ser que ele seja apenas um fantoche do partido (o que eu sinceramente espero que seja o caso).

        Curtido por 1 pessoa

      2. Imperador disse:

        É o mesmo que aconteceu aqui em SP com o dória, claro, que numa escala infinitamente menor. Isso pode ser um ponto positivo também: assim como aqui, acredito que grande parte do povo de lá está de saco cheio de políticos carreiristas, como a Hillary. Um cara de fora, com a mesma proposta de “empreendedor” pode surpreender. Além disso, é óbvio que o Trump sozinho não vai poder fazer porra nenhuma e possivelmente ele seja mesmo um títere do partido e de sei lá mais quem, mas, com a maioria do congresso sendo de republicanos, a chance de ele conseguir governar com tranquilidade será muito maior do que será com a Killary ou foi com o Obama. Fora, é claro, a alternância de poder, que também é muito importante.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s