Donald Trump É O Novo Presidente Dos EUA: CHUPA, SJW! CHUPA, CÂNCER!

landscape-1436378625-simpsons-trump-parody

Donald Trump encarnou como ninguém o espírito do Contra neste ano de 2016. Esteve CONTRA  tudo e CONTRA todos e ainda assim, diante de todas as adversidades, foi o vencedor no final. Trump lutou Contra o Partido Democrata; Contra a defensora de estupradores Hillary Clinton; Contra o Partido Republicano dos clãs Bush e Ryan; Contra a mídia adesista; Contra as sondagens tendenciosas dos institutos de pesquisa; Contra a alta finança internacional; Contra Hollywood e a indústria do “entretenimento“; Contra as elites acadêmicas, as universidades americanas infestadas por guerreiros da justiça social e de “especialistas” e “intelectuais” de merda;  Contra os globalistas, contra a imigração de fronteiras escancaradas, contra a islamização e a iminente destruição de seu país; Mas, o mais importante de tudo: Contra o politicamente correto!

 trump-tank

O Brexit já foi uma grande vitória DO MUNDO contra diversas pautas de esquerda, sobretudo a do multiculturalismo, mas isto é muito, muito maior. É em dias como este que se percebe o que realmente é a Democracia, ela que é o veículo por excelência do verdadeiro poder do povo, da vontade da MAIORIA. Porque, ao menos nisso ( e só nisso apenas), os esquerdistas filhos da puta têm mesmo razão: “o povo, unido, jamais será vencido!” E ao que tudo indica, o Trumpaço foi suficientemente sincero para contrariar todas as expectativas e conquistar a confiança do povo americano, por isso, acabou vencendo a eleição mais disputada, controversa e suja da História dos Estados Unidos. 

fuck-your-feelings-trump-meme

Há muito mais para dizer sobre isso. Mas, agora, não tô com tanto tempo  – e nem saco. Voltaremos a falar da fabulosa vitória do Sr. Trump – se tudo der certo – num vindouro Podcast do Contra, a ser gravado amanhã e que provavelmente estará no ar na sexta (assim espero). Por enquanto, basta dizer  que estou positivamente surpreso com a “humildade” que alguns de nossos colegas formadores de opinião brasileiros demonstraram hoje em relação à vitória de Trump. A grande maioria era toda hostil a Trump, mas, com o resultado contrário ao que esperavam, agora estão reconhecendo a necessidade de olhar para o processo democrático de outra forma menos presunçosa e arrogante. Claro que ainda falta saber se o seu arrependimento é genuíno ou, pelo contrário, não passa de conversa hipócrita de circunstância. Sinceramente, dado de quem estou falando, acredito fortemente na segunda opção.

Seguem abaixo algumas breves (e outras nem tanto) considerações sobre a vitória indiscutível do Mito Trump:

simpsons

 – Eu duvido muito que Trump seja a solução, mas… é de longe o mal menor. Hillary, que não passa de uma Dilma do primeiro mundo mais letrada (se bem, que pra isso, não precisa de muito, hahaha) certamente que representa o “Establishment”, fora o seu envolvimento em um monte de podreiras, o que só serve pra queimar o seu filme ainda mais. Além do fato de que Hillary carrega em suas costas um monte de crimes e atrocidades, as quais ela nunca responderá, pelo simples atenuante de ser mulher. Trump, por outro lado, teve sua reputação destruída unicamente por ter em sua ficha acusações de racismo, machismo, homofobia, misoginia, xenofobia, elitismo, etc… Mas, pelo menos, até onde se sabe, ele é ficha limpa. Quem dera tivéssemos por aqui um presidente assim.

54a07996c8f1c37f77be418079ae352a

– O grande mérito de Trump é ter normalizado um tipo de discurso que, há apenas um ano atrás, era completamente inaceitável. Agora que o discurso está normalizado, outras portas se abrirão em direção ao combate que travamos contra a ditadura do moralismo e das aparências em nome das “boas vontades”, o que convencionou-se a chamar de “Politicamente Correto”. Acredito que com Trump no poder, os SJW eventualmente vão baixar a bola e esses abusos ditatoriais contra a liberdade de expressão vão perder força por lá. E como aqui seguimos a máxima do “macaco vê, macaco faz”, esses ditadorezinhos cancerígenos vão se recolher ao esquecimento que é seu devido lugar.

8iccfui

14963403_1260390074017377_7260698040565263233_n

– Outra boa notícia: a partir de 2017, a primeira dama americana não mais será essa “mulher forte, independente, empoderada e lacradora”

michele

 

…mas, sim, essa coisinha fofa super deliciosa (à direita, seus babacas):

melania_donald

A diferença é gritante, como bem ilustrou o cartunista no desenho abaixo:

ben_garrison_michelle_melania

Ainda assim, a Primeira Dama mais gata do mundo é do Brasil-sil-sil…

1627975

E se formos avaliar as “Primeiras-Filhas”, o futuro parece ser ainda mais promissor:

– Dois vídeos a respeito da vitória de Trump que vi hoje a tarde:  o primeiro é da advogada e jornalista gringa,  a  (literalmente) GRANDE Ann Coulter, sistematicamente insultada e ridicularizada pelo esquerdalho , que previu a eleição de Trump em Junho de 2015:

E depois dizem que loira é tudo burra… o que aliás, não é nenhum preconceito, já que as loiras não fazem parte das “minorias”. Então, não há problema em zoar com as loiras, diriam as “manas negras”: “Se é branca e fala, então, pode esculhambar a vontade, afinal, não existe racismo reverso”.

Em seguida, o youtuber mais digno do Brasil, o Pondé, mandando de forma certeira o real motivo de os americanos terem escolhido o magnata marrentão à “feminista” nazifascista (redundância):

 

  • Macri na Argentina; Dilma escorraçada com 90% de aprovação da opinião pública; PT perdendo a maioria das prefeituras por todo o Brasil; Os Le Pen ganhando cada vez mais força na França; Países “progressistas” como Suécia e Holanda se dando conta das cagadas que fizeram ao promover por décadas o multiculturalismo; Brexit… E agora,  The Trumpster presidente dos USA, making America great again, com um senado e congresso de maioria conservadora. Notou um padrão aí, caro amigo Contronauta? Sempre acreditei na vitória do Trump  por um simples motivo: o mundo já tá de saco cheio da esquerda. Essa é uma tendência a nível global, muito bem representada pelo resultado das eleições municipais no Brasil todo. Pra 2016 fechar como o melhor ano na política em muito tempo, só falta o Lula ser preso amanhã. Na verdade, até 31 de dezembro ainda está em tempo, mas, quanto antes, melhor.

  • E o que vem pra gente daqui a dois anos?
    Bolsonaro 2018?
    E isso é bom ou ruim?
  • Bem, é isso aí… Parabéns ao grande vencedor, Donald J. Trump, o novo presidente dos Estados Unidos e por consequência, do mundo. Agora cumpra sua promessa, Sr. Trump e faça a América voltar a ser grande (ou ao menos, tente não fazer muita merda, tipo, apertar um certo botão, hahahahahaha).

donald-trump-wins-big-in-indiana-becomes-presumptive-gop-nominee

E fica esperto que tua vida não vai ser fácil:

14991921_1617056658596302_7484702243721156080_n

Agora, o bicho vai pegar!! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

 

 

4 comentários

  1. Eu quero uma coisa do aseu artigo primeiro:

    Você fala como se o trump fosse de Direita e a Clinton de Esquerda, mas isso não existe nos EUA. Ambos os candidatos são o que chamamos no brasil de Direita, a diferença é que a Clinton é teoricamente mais liberal (pois ela só apoiava aqueles minorias pra conseguir mais votos, duvido que ela ia cumprir qualquer merda que ela prometeu pra eles). O unico candidato americano que se encaixaria mais no termo “Esquerda” seria o Sanders (acho que é ele, não sei se estou atribuindo o nome a pessoa certa)

    Agora, falando diretamente do assunto, eu não sei se o Trump vai poder fazer tudo o que ele disse pois muitas de suas propostas, apesar de boas, são completamente absurdas. Como por exemplo forçar a Apple a fabricar seus produtos exclusivamente nos EUA , pois além de ele não ter poder pra isso, ele só iria acabar falindo a empresa.
    Outro exemplo é ele querer isolar a internet de países considerados perigosos para os EUA (no oriente médio). Isso é algo completamente impossível.

    Tirando isso, eu acho que o Trump será um bom presidente. Não é como ele estivesse salvando os EUA dos Republicanos, pois é um fato que os dois partidos ficam se revezando no poder quase de cada oito em oito anos, o que eu acho uma coisa ótima, pois assim o país pode pegar o melhor que ambos os partidos podem oferecer, e se o governo for ruim, não demora muito para ser trocado. Diferente aqui do Brasil onde tivemos 14 anos governado pela porra do PT, o que deixou o país na merda. Não sou tanto contra o Lula assim, pois seu governo foi decente e nos livrou de uma porrada de dívidas que tinhamos, mas foi uma merda aquela Dilma ter entrado no poder. Isso desistabilizou a ordem natural das coisas. Ela é um exemplo de por que eu acho que mulheres ainda não estão prontas para assumirem tanto poder assim aqui no Brasil.

    Resumindo meu ponto, eu não acho saudável um pais ter apenas um tipo de governo. Mesmo eu sendo de Esquerda, eu acho que ter uma rotação sempre é bom, mesmo que a Esquerda fique um pouco no poder pois isso é saudável pra um país e pra democracia. Precisamos de lideres mais liberais para evitar a estagnação da liberdade e precisamos de lideres mais conservadores para garantir que a liberdade não vá longe demais.

    Curtir

    1. Se vc for assistir vídeos em inglês, falando da Hillary e do Trump, verá que a Hillary, pelas suas posições e ideias (e a mídia) é considerada left wing (de esquerda) enquanto que o Trump mais de direita.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s