Eis o ABORTO..

A verdade nua e  crua que as “nações civilizadas”, que legalizaram o aborto, escondem de você.

Sendo legal ou não; clandestino ou não; seguro ou não, ele é desta forma: macabro, cruel, violento e desumano…

O pior que existe na humanidade.

Prepare-se para as cenas de horror que virão a seguir, pois são piores que as testemunhadas em campos de concentração nazista.

Eis o aborto:

Talvez, através dessas imagens tão chocantes, as pessoas tenham alguma ideia da monstruosidade que é essa prática.

Mulher em processo de aborto

Se vc é a favor do aborto,  vc é coautor desse crime contra a raça humana e suas mãos também estão sujas de sangue,  o sangue mais puro e inocente que existe.

No Brasil existem cerca de 20 métodos contraceptivos, dos quais 8 são disponibilizados gratuitamente pelo SUS. Mesmo assim, muitas mulheres,  homens e até autoridades de nosso país, agem como se uma gravidez  fosse algo absolutamente inevitável, nao existindo nenhum tipo de prevenção,  restando apenas como “solução” a matança de seres humanos que vemos nas fotos

Esse tipo de prática pode ser realmente considerada como um “direito da mulher”?

Um “direito” que se resume em matar e esquartejar um ser inocente, indefeso, na fase mais vulnerável de sua existência – a fase intra uterina…

Esse é o mais abominável dos crimes,  o mais covarde; sim, mais covarde que o próprio estupro,  onde neste caso a vítima tem uma possibilidade (mínima, mas possível) de legítima defesa, já naquele,  não. Não há como fugir ou se defender de um aborto. As chances de sobrevivência da criança é de 0%.

Se você é um defensor ou praticou um aborto, vc é o menos humano dos seres humanos; é tão monstro quanto Jack o Estripador, Ted Bundy,  o Maníaco do Parque e tantos outros serial Killers sedentos por sangue inocente. Vocês comungam da mesma natureza demoníaca.

A esses bebes das fotos, foram-lhes negados todos os direiros humanos. Sem o direito de nascer. Sem o direito de acertar, sem o direito de errar; sem o direito de aprender, sem o direito de ensinar; sem o direito de vencer, sem o direito de perder; sem o direito de amar e até de odiar; sem o direito de ver o Sol e muito menos a Lua. Sem direito ao calor, ao frio e a chuva. Sem dia, sem noite, sem vida… Todos os direitos que você até hoje teve, foram negados a ele.

Quem tem o direito de negar a alguém o direito natural a existência?

Eis o aborto.

Macabro e cruel. Violento e desumano.

Como ser a favor de um assassinato?

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s