Muhammad Ali era racista, mas, tá tudo OK

Mais um excelente vídeo do grande canal Black Pigeon Speaks (BPS). Desta vez, detonando a hipocrisia gritante daqueles que denunciam o “racismo” dos brancos, mas, que permanecem criminosamente calados quanto ao racismo dos negros contra os brancos – e sim, isso acontece O TEMPO TODO. Aqui o BPS pega em várias citações e entrevistas do boxeador Muhammad Ali Cassius Clay, finalmente morto há meses atrás, bem como declarações de outras figuras  brancas, para demonstrar que há efetivamente, dois pesos e duas medidas no que diz respeito ao orgulho racial. O BPS mostra ainda o exemplo de Hulk Hogan que, por ser branco, foi exemplarmente castigado por proferir o mesmo gênero de declarações -assim chamadas, racistas –  de Cassius Clay e cujo caso também comentamos aqui no Contra quando aconteceu, também no meio deste ano.

O vídeo pode ser visto com legendas em inglês ou com a tradução simultânea ao acionar as configurações do YouTube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s