MULHER-MARAVILHA – O FILME QUE NÃO EMPODERA O FEMINISMO

Acabei de assistir o filme da Mulher-Maravilha e minhas impressões foram as seguintes:

1 – Não vi feminismo no filme que tratava do “empoderamento feminino”;

2 – No filme que diziam que seria sobre o “empoderamento feminino”, o macho é o verdadeiro herói, pois é ele quem se sacrifica para salvar milhares de pessoas;

3  – Até as amazonas – mulheres guerreiras – depilavam as axilas (fica a dica…).

4 – A Mulher-Maravilha perdeu o cabaço com Steve Trevor, mostrando as feministas que até uma guerreira amazona gosta de rola;

5 – Quando o cara faz gostoso pode passar um século, mas a mulher não esquece.

6 – Gal Gadot nao malha pernas;

7 – O deus da guerra usa bigode;

8 – Os braceletes sao uma caixa materna;

9  – O filme não tem relevância nenhuma para o universo cinematográfico DC, pois é baseado numa lembrança de Diana sobre seu passado, não havendo nenhuma influência sobre o presente ou futuro do universo cinematográfico DC;

10 – “É tao bom que parece um filme da Marvel”. Realmente é uma verdade. O filme da Mulher Maravilha se parece muito com Capitão América – O Primeiro Vingador, devido ao pano de fundo de Guerra Mundial, com direito a um Caveira Vermelha cheirador de lança perfume e seu cientista maluco, além de herói se sacrificando no final do filme, em um avião carregado de bomba. Nao quero nem falar da semelhança entre Diana e Rogers no campo de batalha, com seus respectivos escudos, uniformes com as cores da bandeira dos EUA, e o quanto ficaram deslocados ao chegarem na nova “civilização”;

11 –  Zack Snyder, o “visionário” continua “míope” artisticamente, pois o roteiro do filme além de ser extremamente previsivel e mediocre, possui furos absurdos, por exemplo, como Steve Trevor e os alemães conseguiram achar e atravessar a barreira que o filme mostra estar entre a civilização patriarcal e a civilização amazona? O filme acabou e isso nao foi explicado. Pra que danado servia aquilo, se nao para proteger e impedir que os homens achassem Themyscira??!! Como a barreira foi transposta? Pô, Snyder! Manda esse roteiro pra eu revisar!

12 – A Warner realmente acha que um filme para ser “bom” tem que ser desnecessariamente longo e cansativo. (Poderia tranquilamente ser resumido em 01h30)

13 – Gal Gadot é maior que o proprio filme.

A descrição definitiva da atuação da atriz foi dada por Haroldex Gibis, meu amigo no Facebook:

“Ela tem um rosto forte quando precisa, meigo quando precisa e engraçado quando precisa”, ou seja, uma atriz completa.

Nesse aspecto ela me lembrou muito a lenda Christopher Reeve, que encarnava tudo isso com maestria e perfeição ao dar vida ao forte Super-Homem e ao tímido e bobalhão Clark Kent. Patty Jenkins deixa bem claro no filme que Reeve é a maior fonte de inspiração para composiçao da Mulher-Maravilha na telona, significando um retorno às raízes da DC no cinema, assim como vem ocorrendo nos quadrinhos.

Mesmo não tendo o porte físico necessário à personagem, Gadot convence como guerreira. E acredito que, dificilmente, uma atriz mais forte fisicamente, ou mais bonita, compensaria o talento da atriz israelense.

Gadot sustenta o filme com sua força, caras, bocas, poses, doçura e muito carisma, consagrando-se, definitivamente, como a maior heroina da história do cinema.

14 – Se a Mulher-Maravilha do cinema é inspirada no Super-Homem de Christopher Reeve (e está sendo um sucesso) por que o próprio Superman do cinema, na atualidade, nao é inspirado no mesmo Super-Homem de Christopher Reeve?

15 – O filme  vai “envelhecer” mal e vai direto para a sessao da tarde devido ao roteiro que é repleto de clichês e os vilões são extremamente caricatos. Nao é nenhum clássico, mas é uma ótima diversão, sem dúvida.

16 – Eu fiquei na dúvida se o duelo final foi entre Diana e Áres ou foi entre Jean Grey e Magneto…

17 – A Mulher-Maravilha de Patty Jenkins é uma experiência muito bem sucedida em comparação ao mediocre Homem de Aço de Zack Snyder, pois naquele foi levada para a tela grande a essência da personagem e neste não.

18- A Mulher-Maravilha de Gadot é mais “macho” que o Superman de Cavill.

19- Viver numa ilha paradisíaca apenas com mulheres jamais será melhor que passar uma noite, com o homem que você ama, em um quarto simples de um motel;

20 – Existem muitos homens maus no mundo, mas um homem de verdade sempre será o heroi da sua história. Steve Trevor, um homem comum, sem super-poderes, sacrificou a própria vida para salvar milhares de pessoas, tornando-se o verdadeiro herói do filme da Mulher-Maravilha.

Nota 7,3 para o filme

Nota 9 para Gal Gadot ( – 1 porque ela não malhou as pernas).

Jamy Milano

1 comentário

  1. Gostei do filme, mas só li verdades. Faltou citar que foram bem frouxos, provavelmente por medo da reação dos fãs conservadores da DC, em confrontar o machismo como problema real. O expuseram como algo de época e não houve nenhum enfrentamento do mesmo por parte da protagonista. Diana acena alguma reação naquela cena do trailer sobre as funções de uma secretária, mas ao mesmo tempo, a cena não explicita o teor sexista que o cargo tem até mesmo hoje, 100 anos depois. Em outras várias cenas, homens exigem que Diana se retire apenas por ser mulher, NA CARA DELA, e ela não esboça qualquer reação, nem toma como ofensa, o que é totalmente incoerente com a criação da personagem no próprio filme, e mais ainda com a personagem nas revistas. No filme ela foi criada ouvindo histórias sobre as amazonas serem escravizadas pelos homens, e apesar de ser mostrada como ingênua, ao ser confrontada com a realidade, ela, no mínimo, teria questionado. Imagina o equivalente disso num filme de um personagem negro de personalidade forte, tipo Tempestade, Pantera Negra ou Luke Cage. Se isso passasse batido da forma que foi, teria muita gente muito puta. Faltou também citar o navio couraçado alemão GIGANTE que chegou a Themyscira e desapareceu sem explicações, nunca mais citado pelas amazonas, nem pelos alemães. Provavelmente adicionaram na hora dos efeitos e não revisaram nada, pra variar.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s