A íntima relação entre o homossexualismo e o vírus HIV

1. Em 25 anos, o HIV matou 25 milhões de pessoas e está presente em outros 40 milhões. É a segunda doença infecciosa que mais faz vítimas no mundo, logo atrás da tuberculose.”

2. Quando surgiu em 1981 nos EUA, a AIDS foi batizada de “câncer gay”, pois os hospitais relataram 41 casos de pacientes jovens com a doença; todos homossexuais masculinos. Todos morreram.

3. Os heteros não foram contaminados através de relações sexuais, mas por meio de transfusões de sangue e cirurgias realizadas com instrumentos mau esterelizados;

4. Desde 1980 até hoje, há uma epidemia de HIV entre gays, sendo o grupo mais infectado que a população em geral; segundo a OMS um gay tem até 20 vezes mais chances de contrair HIV que um heterossexual. A taxa de infecção entre gays é mais que prostitutas, usuários de drogas injetáveis e a população carcerária. A criação do preservativo não serviu para nada porque eles não fazem uso.

5. O descompasso é grande entre a OMS e o Ministério da Saúde do Brasil:

Em 2014, Organização Mundial da Saúde reconheceu e alertou que apenas o uso de preservativos é ineficaz contra a epidemia incontrolável de HIV entre gays; diante deste cenário caótico a OMS recomendou que todos os homossexuais do planeta tomem antirretrovirais para tentar controlar a epidemia. Na contra mão dessa recomendação, o Ministério da Saúde do Brasil, além de não ir a público para alertar a população LGBT sobre a nova recomendação da OMS, incentiva a prática de relações anais entre gays distribuindo nos carnavais e paradas gays LUBRUFICANTES para facilitar a penetração durante o sexo anal. Mesmo a OMS havendo declarado que o uso de preservativo está sendo ineficaz contra a epidemia de HIV entre homossexuais, o Ministério da Saúde apoiou o novo clip do cantor Pablo Vittar onde o mesmo aparece numa relação com outro homem, mas fazendo uso apenas de UM preservativo…

6. Segundo o infectologista Alexandre Barbosa, da Faculdade de Medicina da Unesp-Botucatu,a prática de sexo anal, comum entre gays, aumenta as chances de transmissão do vírus.

7. Apesar de serem “minoria”, os gays representam metade das contaminações por HIV de toda America Latina.

8. Reparem nos prints que postei abaixo. Tratam exatamente da mesma matéria. Enquanto que no site BBC Brasil e EXAME nós vemos nos títulos das matérias os termos “gays” e “homossexuais”, a Rede Globo troca os substantivos pela extensa locução adjetiva: “homens que fazem sexo com outros homens”. A Globo fez isso propositalmente, seguindo a mesma redação da nota do Ministério da Saúde, para esconder no título de sua matéria a estreita relação existente entre a contaminação pelo vírus HIV e os homossexuais. A expressão “Homens que fazem sexo com homens”, poderia ser substituída pelo termo “gay”, termo que seria o mais adequado, pois deixaria o título mais sucinto.

21457818_10209723709441592_2436649385123661470_o

9. Além da epidemia de HIV vimos recentemente que os gays sofrem com uma epidemia de hepatite e também suicídio.

10. O Ministério da Saúde sonega essas informações a população LGBT, população esta que cresce a cada dia, mas sem nenhuma noção de sua grande vulnerabilidade diante do vírus da AIDS. Ao invés de condenar a prática do sexo anal entre homossexuais, o Ministério da Saúde incentiva a prática, distribuindo LUBRIFICANTES nos carnavais e nas paradas gay para facilitar a penetração via anal; além disso o Ministério da Saúde também revela a sua total irresponsabilidade quando apoia um artista homossexual que aparece numa relação gay utilizando apenas UM PRESERVATIVO!!! Sedo a OMS, o uso preservativos não é mais suficiente para conter a epidemia de HIV entre gays, devendo todo homossexual, infectado ou não, fazer uso de antirretrovirais. Há um descompasso ENORME entre a OMS e o Ministério da Saúde que parece ter medo trazer à luz estas informações e ser tachado de “homofóbico”.

Diante de todos esses dados, chegamos a seguinte conclusão: Por que um grupo que sofre com a epidemia de HIV, DSTs e suicídio em decorrência de problemas sexuais se acha o mais o indicado para “educar” CRIANÇAS “sexualmente”?
As informações acima provam que os homossexuais não possuem nenhum tipo de educação sexual…
Você permitiria que seu filho fosse educado por traficante de drogas? Permitir que ele seja educado por um LGBT é tao perigoso quanto…

1 comentário Adicione o seu

  1. Anderson disse:

    Pois eu quero é que morram mais!!! Esses VIADOS tem e morrer até serem exterminados da Terra, a AIDS tá matando é pouco!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s