Diga não ao Rei Leão

Manxs, como uma animação tão racista, machista, elitista e homofóbica pode ser tão aclamada assim? Hein?

Vemos neste infame desenho um personagem mais bronzeado sendo retratado como vilão. Scar, o único escurinho dos leões, com sua juba negra (uma clara alusão a penteados afro), e pele morena, é o antagonista do filme. Scar é uma vítima da sociedade, que ainda por cima tem conotações homossexuais (isso é mostrado no número musical, se preparem). Pois bem ele é o terceiro na linha de sucessão ao trono, que é governado pelo seu irmão imperialista, machista e burguês, responsável pela divisão de classes e por alienar seu filhote mostrando ao pequenino que se deve governar de forma desigual.

Vejam a cena onde Mufasa explica para Simba como funciona o reino, lhe dizendo para jamais ir ao território das Hienas. Tais Hienas representam a classe pobre, marginalizada e explorada, que pela falta de recursos e uma boa educação acaba cometendo crimes. Puro discurso de ódio contra os pobre, além do mais os bichos tem uma pelagem escura( a atriz negra Whoopie Goldberg dubla uma das hienas), mais um exemplo claro de racismo neste longa metragem patético.


Outra cena nojenta é aquela onde Mufasa (esse Donald Trump de juba) ensina o filho a pegar uma presa. Para este exemplo é usado o mordomo Zazu, vemos a pobre ave se rebaixar e ser humilhada pelo seu patrão num incentivo claro a exploração do proletariado e a dominação dos mais ricos sobre os mais pobres.

Outra coisa grave é o machismo que esse desenho nada infantil transmite.
As leoas são retratadas de forma porca, sem muito espaço na trama. Pouca coisa da mamãe do Simba é mostrada, apenas vemos a leoa como mais uma das escravas sexuais e empregadas de Mufasa. Temos também Nala, par romântico de Simba, que desde criança já era prometida ao futuro rei. Alguém perguntou se era isso que ela realmente queria? tão pequena e já era preparada para um casamento forçado. The Lion King aprenda, mulher não depende de macho!!! Quando ela cresce o roteiro faz questão de apresenta-la somente no final, e justamente para procurar o Simba, procriar com ele, se tornar rainha e mãe do filho do macho protagonista. Quanto machismo nisso, a mídia e a sociedade patriarcal sempre tratando fêmeas como escravas do lar. Maldito patriarcado!!

Ah, o resto das leoas também são vistas apenas como responsáveis pela caça no reinado de Scar, que ao assumir o poder fazendo a revolução e tentando implementar um governar mais próximo do povo e igualitário entre leões e hienas, se torna um autoritário e fascista, responsável pela fome naquele pedacinho da África, numa tentativa clara dos roteiristas em difamar lideres socialistas/comunistas.
Maldita Disney Capitalista! !

Deixando claro que Scar não fez nada de errado, sua luta era pela extinção da classe burguesa opressora. Então o incompreendido Leão matou foi pouco!!

Mais uma prova escancarada da homofobia nesta obra, são Timão e Pumba, um Suricato e um Javali, dois gays, sim GAYS! ! reparem como ambos andam juntos e sem nenhuma fêmea por perto, ou como o script enfatiza o enorme traseiro de Pumba e a sua flatulência, deixando claro que o Javali é o passivo do relacionamento. O casal homo afetivo acaba encontrando e cuidando do então filhote Simba até o leãozinho completar a maior idade. Os dois são representados de forma cômica, bem boba, e agem como covardes. Que feio roteiristas, que feio!!

E não para por aí, em um certo momento da fita, Simba ignora os conselhos de seus pais de criação(eles chutam a bunda da família tradicional, pelo menos uma acerto nesta lamentável história), para seguir aquilo que seu fúnebre papai machista e imperialista lhe diz ao surgir nas nuvens. Isso culmina na decisão do jovem em seguir aquilo que a sociedade preconceituosa exige dele. Se o protagonista ao menos deixasse tudo pra lá e fosse fazer aquilo que realmente queria, sem se importar com essa bobagem de responsabilidade mas não!

Só tenho a dizer que essa animação me dá ranço.

Me pergunto como toleram um desenho tão preconceituoso e feito exclusivamente para agradar a ultra direita conservadora e nazista?

Diga não ao Rei Leão!!

Texto (irônico, se você ainda não percebeu) de: Anderson França, colaborador do Contra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s