OUTRAGE! O Tributo do MITO À Princesa

Após a notícia do falecimento da atriz Carrie Fisher,  ocorrido ontem a tarde, o artista -e mito – Frank Cho compartilhou em suas redes sociais uma arte pra uma capa variante não publicada para a revista Star Wars # 1, que foi encomendada, mas, rejeitada para publicação pela Marvel Comics. Frank  disse que ele foi informado de que a Lucasfilm / Disney não estava mais permitindo que os artistas desenhassem a Princesa Leia no famoso e sexy traje de escrava para evitar polêmicas entre o público feminino (leia-se: feminazis escrotas, que não compram gibis). A “Escrava Leia” de O Retorno de Jedi sempre esteve envolta em  controvérsia ao longo dos anos, com muitos debates rolando em torno de a  vestimenta ser apelativa ou não, se ela contribuiu com a objetificação feminina, se só serve ao fetiche dos nerds pra bater punheta,  e etc. Apesar de ser uma visual bem popular entre as cosplayers, o traje caiu nas (des)graças das feministas nos últimos anos, o que fez a Disney covardemente arregar pra elas e tirar tudo o que fosse relativo a esse visual de circulação, desde que eles adquiriram a franquia Star Wars. Continue Lendo “OUTRAGE! O Tributo do MITO À Princesa”

Chapecoense Is The New Mamonas

Atenção contronautas, Guantanamo aqui. Sou quase o personagem do pack de DLC do Contra, porque eu mal tenho aparecido, mas foda-se, porque agora o negócio é outro. Uma grande parte das pessoas está bem abalada com esse acidente que vitimou os jogadores do Chapecó. O que desencadeou uma miríade de reações entre as pessoas, páginas, sites comerciais e por aí vai. Enquanto tudo isso acontecia, eu estava esperando nossos queridos amigos da esquerda, ou dos subgrupos de idiotas úteis usados por esse câncer mundial, se manifestarem. Na minha timeline do Facebook em particular eu não vi nada porque ela é bem filtrada nesse quesito, mas eu sabia que cedo ou tarde eu veria alguma merda vinda da parte de terceiros. Continue Lendo “Chapecoense Is The New Mamonas”

Top 5 Tatuagens Com Artes De Steve Dillon

O desenhista Steve Dillon morreu no último fim de semana, vítima de uma apendicite. Ele deixou um legado de décadas de trabalho  nos quadrinhos, com muito a ser lido, relido e apreciado por muito mais tempo por uma legião de leitores por todo o mundo. Como já dissemos aqui, sua morte foi uma perda irreparável ao mundo dos quadrinhos. Mas, além disso, pesquisando no Google sobre o falecido autor, descobri uma coisa meio inusitada a seu respeito: gente que fez tatuagens com desenhos do velho cachaceiro. Continue Lendo “Top 5 Tatuagens Com Artes De Steve Dillon”

Jesus Cristo da porra, Steve Dillon Morreu!

A maioria dos leitores de quadrinhos brasileiros (principalmente os bazingueiros modinhas) conhecem o trabalho do  desenhista Steve Dillon (que morreu hoje de manhã, aos 54 anos em NY), com o roteirista Garth Ennis na criação do clássico absoluto dos anos 90,  Preacher – na minha opinião, uma das maiores HQ´s de todos os tempos. Mas, fora isso, ele  teve muitos outros trabalhos importantes e memoráveis, tanto na Marvel, quanto na DC, como algumas das melhores fases de títulos como  Punisher e Hellblazer, também com Ennis; Animal Man com Peter Milligan; Punisher Max, com Jason Aaron; e um monte de séries da Marvel tipo, Punisher vs Bullseye, Deadpool, Wolverine Origins e Thunderbolts, com o clone defeituoso de Ennis, o Daniel Way (ok, essas histórias são péssimas em sua maioria).   Seu ultimo trabalho foi com a desenhista/roteirista goredelicia Becky Cloonan, novamente em Punisher, personagem ao qual o falecido esteve mais associado durante toda sua carreira.

Continue Lendo “Jesus Cristo da porra, Steve Dillon Morreu!”